sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Bloqueio do WhatsApp no Brasil



O que realmente existe por trás do bloqueio do WhatsApp?

Espero aqui tentar clarear algumas coisas.

Desde abril de 2014 foi promulgada a LEI Nº 12.965 que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil.

A Seção II do Marco Civil, como é chamado, descreve a Proteção aos Registros, aos Dados Pessoais e às Comunicações Privadas

Esta seção descreve que os dados pessoais e de comunicação devem ser armazenados e preservados garantindo a preservação da intimidade.

A guarda dessa informação é de responsabilidade do provedor do serviço e só deve ser disponibilizada mediante pedido judicial.

O WhatsApp descumpriu um pedido de fornecimento de informações para uma investigação criminal que envolve uma grande quadrilha. Em razão desse descumprimento ele foi penalizado com o bloqueio em todo território nacional.

Bom, ai você se pergunta, o que eu tenho com isso?

A resposta é simples, não é pelo fato de ele ser um aplicativo de uso em grande escala que ele esta imune as leis do país e ele como qualquer provedor de serviço na Internet deve atender as regulamentações do Marco civil.

Isso vale para você também, sabe aquela senha do seu Wi-Fi que você não coloca para facilitar sua vida? então se alguém utilizar sua conexão para cometer qualquer crime, você é o responsável, pois você foi o provedor da conexão.

Voltando ao bloqueio, alguns espertinhos pensaram como burlar os sistemas das operadoras e instalaram alguns Apps de VPN, você sabe como ele funciona?

Vou tentar ser bem simplório na explicação, se quiserem deixem comentários que depois eu coloco um post mais completo.

VPN: Virtual Private Network (Rede Privada Virtual) é um mecanismo utilizado por empresas para garantir que a comunicação de seus funcionários quando estão externamente acessem de forma segura os dados dentro da empresa por meio de uma rede virtual criada entre seu PC, tablet ou celular com a empresa. Bom, se é isso estou seguro? Não!!! porque a VPN que você criou não foi com uma empresa 100% confiável, pode ter sido com uma empresa que utiliza esses sistemas para além da "anonimizar" seu IP ele monitore suas informações podendo pegar todos seus nados, não somente pessoais, mas senhas etc.

2 comentários:

  1. Interesante!
    E como interceptar os meios de comunicação que o ISIS está usando?

    ResponderExcluir
  2. Olá Cristina, primeiramente obrigado por participar do blog.

    A grande questão é identificar as pessoas, esse é o maior desafio, interceptar é o menor dos problemas atualmente.

    Existem mecanismos de mineração de dados que podem ser utilizados para correlacionpmento de eventos e textos, o grande ponto são os "direitos" de privacidade das informações, para poder fazer esse tipo de correlacionpmento, todos as mensagens de todos os usuários de todas as línguas deveriam ser armazenadas e processadas para encontrar esses eventos.

    O outro ponto seria saber quem é quem no cyber espaço, uma vez que cada pais tem suas próprias legislações e mecanismos de identificação de pessoas, isso sem considerar todos os possíveis aplicativos existentes.

    Espero ter conseguido ajudar um pouco, vou tentar fazer um post mais especifico no futuro.

    Grande abraço

    ResponderExcluir